Archive for the ‘Notivago’ Category

Billet vor Pasárgada

Sunday, July 9th, 2006

Paul van Dyk se apresentará dia 21 de julho aqui em Belo Horizonte. Espero que ele se divirta por aqui pois eu, eu vou-me embora para Pasárgada.

O que é isso? É um caranguejo estilizado?

Wednesday, June 7th, 2006

Não, não é, mas muito obrigado por perguntar :-)

***

A propósito, aquele meu patch já foi acrescentado ao Moin , na versão 1.5.3.

***

Ah! Pois é, rolou um tempo atrás outra edição do Bordel da Raquel, uma festa semestral da Comunicação Social da UFMG. Sobre ela.. bom… tudo que há para ser dito é que ir de chinelos havaianos para uma festa dessas não é uma boa idéia.

I trust my Dealer

Monday, May 8th, 2006

Daniel Peixoto (da montage) e Eu

Show da Montage no Mary in Hell foi do caralho! Realmente, superou mas minha espectativas: os caras fazem um verdadeiro espetáculo!

Detalhe para a camisa do Noise3d :-P

Semestralmente tem

Tuesday, November 15th, 2005

a festa do

Ingresso para a festa 'Bordel da Raquel'.

Já estou contando os dias para a de 2006.1.

Tóxicos

Tuesday, November 1st, 2005

Só eles podem explicar isso:

dançando no TIM Festival 2005

Talvez o fato do show do The Strokes estar muito bom também possa explicar…

The Strokes – Hard to Explain

Relembrar é Viver. Rever velhos conceitos é sobreviver.

Friday, August 26th, 2005

Eu só gostaria de dizer que Perdeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeuuuu!

***

Presente dado….

– Vai, que ninguém está olhando!

Presente recebido…

– Oi. A Srta. poderia fazer a gentileza de devolver a decoração?

***

Da série “gol de placa não ganha campeonato”:

– De onde você é?
– Do mundo!

Da série “hipoglós no sovaco”:

– E amanhã (domingo)?
– Ah! Amanhã a gente acorda umas 6 da matinashhh, vai para o Fitnesshhhhh Centershhh e malha até as 9!

Da série “empregos temporários” :

– Ow moço, quanto é a cerveja?!
– Ah?! Ah! sim, latinha custa R$ 2, latão são R$ 3, para moça bonita faço dois por R$ 5.
– Ah, tio! Faz 3 por R$ 7,50…
– Cara, e o RedBul, ta quanto?
– Segura ai, malandro, que eu acabei de acabar de pegar esse ponto!

Err… Quem tem 120 reais para me dar para eu porder voltar ao Rio daqui a duas semanas?

Camp – Teach Me

Solteiro no Rio de Janeiro

Tuesday, August 23rd, 2005

Meio que na pressa, como que se fosse uma decisão tomada na hora, fui para o Rio de Janeiro, passar o final de semana. Só tenho que reclamar do tempo que foi curto.

Rio de Janeiro - Welcome to Sugar Loaf

Por que essa foto sem graça? Por que nenhuma outra faz juz à cidade :-P

Eu quero é sossego

Wednesday, August 17th, 2005

Eu só preciso me convencer disso…

Yahel & Eyal Barkan – Voyage (Sunstancia Remix)

Festival BMF escala DJs Tiga e Paul van Dyk

Thursday, July 14th, 2005

Quem vamos para o BMF?

A maldita data está vindo…

Sunday, February 20th, 2005

… e, pelo que andam contando por ai, será curiosamente próxima da data do Skol Beats…

A propósito, não me perguntem quando eu defendo. A dissertação estará pronta no seu devido tempo. E, pelos planos, isso será antes do Skol Beats.

Martin Solveig feat. Salif Keita – Madan

Sonalcoolismo

Wednesday, February 2nd, 2005

Eu fui para Flyer do show do DJ Tiesto.

Deve ter sido bom… :-(

U2 – Stuck in a moment

Hi-Fire

Thursday, August 12th, 2004

Antes de vir para Belo Horizonte, uma das coisas que eu mais esperava encontrar aqui era uma cena de música eletrônica farta, efervecente, sólida, consistente. Bem, nem tudo em Belo Horizonte se demonstrou como eu esperava e a cena foi uma dessas coisas. Talvez eu ainda venha a me surpreender quanto a isso, como tantas vezes eu me surpreendo com outras coisas por aqui. Mas bem, deixando esse papo de “eu quero casa” para lado, hoje tive uma agradável supresa: desocobri, através de uma lista que assino, uma grupo local muuuito, mas muito bom mesmo: Hi-Fire.

Para aqueles viciados em resenhas, a RRaul tem uma ótima sobre eles. Vale a pena conferir o site deles e baixar “Señorita”: tem um quê de “3rd Force – Something Special”, de Amparanoia. Enfim, escutem :-D

Hi-Fire – Señorita

Eu bebo sim!

Friday, July 30th, 2004

Notícia do UOL: Estudo acaba com o mito da “barriguinha de cerveja”. O estudo diz até que 4 copos de cerva por dia pode ajudar a reduzir a probabilidade de ser ter doenças relacionadas a velhice. Rapaz, agora que eu não paro mais de beber! :-P

Ah! Para os amantes da vodka com água com gás e limão, vai um link: cada 100ml de vodka tem, em média, 222kcal :-( Bah!

DK Mark & XRS – LK feat. Stamina MC

Nostalgia, nas palavras de outro

Thursday, July 1st, 2004

Ele disse muito bem o que às vezes eu gostaria de gritar.

Vai passar nessa avenida um samba popular…

Saturday, February 28th, 2004

E passou. Carnaval passou, os meus amigos que estavam aqui em casa ( Zeto e Pordeus ) se foram e o tédio impera…

É uma pena que o carnaval em Diamantina tenha sido tão bom mas tão curto – nem parece que realmente foi verdade. É uma pena ter que ficar em casa trabalhando sábado por ter gasto a quinta e a sexta saindo.

Esse choque com a realidade após o carnaval é lastimável…

Listen – 2

Wednesday, July 16th, 2003

Apenas para verificar que o descontentamento com o evento de sexta não tinha sido birra minha fui ver na lista de música eletrônica de bh que eu assino os comentários dos outros. Nada muito surpreendente: teve até “Nota oficial” da organização comentando sobre os problemas. :-|

Pelo menos e lá encontrei o link para um set muito bom na rraul: “Luiz Gustavo – Listen II”. :cool: Troféu joínha! Esse vai para a minha coleção de “músicas para escutar programando.”. A

Ah! Dica do dia, do departamento glibc_não_é_tão_mãe:

Se for programar em C, programe em ANSI C mesmo: você nunca sabe quando os arquivos de 1G para verificação da corretude da sua implementação vão estar “presos” numa sun…

Luiz Gustavo – Listen II

Eu não sei pq eu tento…

Monday, July 14th, 2003

Sabado a noite foi um inferno. Não reclamo de sair só: de uma maneira estranha eu até gosto. Não reclamo de não ser carona e não poder beber o tanto que eu queira. Não reclamo de não fazer juz às credênciais de queridinho não leogarotando praticamente nada. Agora, não tolero ter que esperar. Não tolero atrasos, principalmente quando eu paguei, e muito, pelo evento. 1:30 da manhã e ainda não tinham começado as apresentaçôes dos DJs. Música de elevador tocando – era pra dormir?! Ah! Sangue sobe e, tendo o que fazer no dia seguinte, volto para casa completamente frustrado – irado.

Mas o que aconteceu ontem, hoje, perdeu completamente a importância: reagi a um assalto. Foi meio besta, mas nunca reagira a um assalto, pricipalmente quando quem estava sendo assaltado era outra pessoa. Pior que não fiz completamente nada pra ajudar o pobre coitado do menino que perdeu a bicicleta… Digo, corri atrás do cara, gritei o “Pega ladrão!” mas dava para ter metido porrada. Dava?! Dava. “Mocinha”. Curisidade: o assalto foi a 10 metros da portaria do quartel do corpo de bonbeiros, onde estava tendo um campeonato de Kung-fu.

Cabeça quente, frustrações martelando, nada como um bom CD pra tentar mudar o humor. Os escolhidos foram os fulanos do “Sapatos Bicolores”. Muuuito bom o som deles. Quem se interessar, tem um artigo sobre eles aqui, outro aqui e aqui. A gravadora dos caras é a Monstro Discos. Tem até uma seção de MP3 por lá. vale a pena dar uma conferida. Pela que não tem material dos caras.

“We call it techno…”

Tuesday, July 8th, 2003

O poder que música tem é uma coisa incrível: é capaz de mudar o seu humor, de transformá-lo, moldá-lo. A música certa traz a tona a memória aquele filme, daquela festa, daquela pessoa, daquele ano, daquele momento, daquele sentimento. Uma boa combinação de BPMs, de graves e agudos, baixos e violinos, pianos e baterias, timbals e vilocelos, e você esquece de tudo. Um pouco de música eletronica numa sexta-feira pode fazer você se dar conta que até a burocracia tem um limite.

Nada de ficar na rua pensando na bosta das pendências do mestrado. Não mais! É verdade que ser um queridinho implica em ser um fulano bem sucedido, do tipo “Você já terminou faculdade?! Nossa… Mas me diz ai, você conhece algum cursinho bom?” e, “Até fulana?! Po! Deixa uma pros outros” :cool: , e também aquele “Não, você não vai dormir agora não: chegou meio-dia da farra por que quis, agora senta e come com a família. Que?! Comeu carangueijo de besta: senta pelo menos para sobremesa! A praia também funciona de dia, sabia?!”. Mas antes e acima de tudo, ser um QVV é ser um fulano que leogarota. E eu tinha esquecido como isso é bom. Nada que uma “veteranada” onde toque “Devil Drums” e tenha donas bêbadas não resolva.

É por isso que, até domingo dia 13, não esperem acordados: não volto. Irei cuidar dos meus botôes, da minha vida, do meu mestrado e, como que sem falta, irei leogarotar. E se eu não voltar domingo, não tenham dúvida: terei ido para a Festa de 2 anos da Agência Filtro, na Matox. E pouco importa como que diabos é esse local e quem são os Djs dessa agência, contanto que seja barulhento o bastante para que eu não escute meus próprios pensamentos de repartição.

Chega de burocracia! Alforria já!

Rápida fuga para Pasárgada

Monday, June 23rd, 2003

Um telefonema, uma explicação e um nome.

E munido de esperanças ele sai do retiro em que ele se propora permenecer, não fazia nem bem um dia.

O que não se faz por uma ilusão…

Geraldo Azevedo – Dona da minha cabeça