Archive for March, 2006

Brigando contra a maré

Monday, March 27th, 2006

Não. Eu não recebi a alcunha de burocrata dos meus amigos à toa. Longe disso. No decorrer desse quase um quarto de século de vida passei muito tempo cultivando excentricidades e manias incômodas e chatas. Entretanto, isso faz com que algumas pessoas confundam certas atitudes minhas por um simples desejo por complicar coisas, pela simples vontade de ser chato. Eu até reconheço que, várias vezes, algumas das coisas que eu faço não passam disso mesmo: pura vontade de complicar. Outra vezes o que eu quero é o extremo oposto: descomplicar a minha vida.

Não, isso não é o lamento de um burocrata egoísta, mas de um cara pragmático. É simplesmente frustrante contabilizar o tempo que se perde por causa da falta de vontade alheia em aprender a usar a ferramenta certa para um dado trabalho. Isso é ainda mais incômodo quando ocorre em um ambiente acadêmico, onde as pessoas deveriam estar ávidas por aprender.

Mas não, parece que é o que ocorre é o extremo oposto. Trabalho num laboratório onde mais da metade das pessoas não usaria por vontade própria nenhuma ferramenta de controle de versão. Mesmo quando usam mostram-se incapazes de ler seus manuais. Aliás, leitura de manuais aqui parece uma arte antiga e pouco cultivada por essas bandas. Adianto até que o outrora simples, seco e eficiente RTFM perdeu toda sua graça por aqui: virou tabu, não é politicamente correto…

Vamos precisar elaborar um documento de forma colaborativa e concorrentemente? Ótimo, mas não vamos usar CVS nem subversion, porquê eles são complicados demais. Existe um trabalho de equipe para se fazer em C? Façamos assim: você trabalha dai e eu daqui e depois a gente se reúne para juntar tudo e ver se no final o Frankstein compila e funciona corretamente. Wiki? Xiii! Esse treco é uma uma excentricidade qualquer que apenas umas duas ou 3 pessoas usam… Reclamar de Top-posting então é uma briga perdida.

Mas sou brasileiro e não desisto nunca. :-P E se defender o uso de ferramentas que salvam o meu tempo (e o dos outros, mesmo quando eles não notam isso) significa ser um burocrata, então, meus caros, eu sou um maldido burocrata mesmo. Se for necessário adotar técnicas de guerrilha ou estratégias mais sutis para isso, então que seja! Continuarei brigando contra a maré.

Moving Units – Emancipation

Vortex Drops

Tuesday, March 21st, 2006

A Internet é uma fonte inesgotável de vortexes de procrastinação. Frequentemente, enquanto procura-se por uma dada coisa você acaba encontrando outra quase completamente desconexa da primeira mas muito, muito mais interessante. Os drops de hoje refletem isso :-)

RestAdmonitionPatch
Tudo começou por aqui. Fui ver a quantas andava a página de um patch (aceito :cool: ) que eu fiz para o MoinMoin. Daqui eu acabei indo para outra página e, via google, para…
FastCGI, SCGI, and Apache: Background and Future
Aqui segue uma boa discussão sobre FastCGI, proxies, mod_{php,python,ruby} e ambientes de execução persistente para aplicações web. Leitura de suma importância para quem anda acompanhando as últimas do mundo python… (e ruby…). O cara que estreveu esse artigo tem um blog muito bacana que apontava para…
ten great subversion tips
Artigo da ONLamp sobre dicas para subversion especialmente feitas para aqueles que recentemente migraram do CVS. E, falando em softwares para controle de versão…
NewVCS e …moving from CVS to git
Vários projetos estão migrando de sistemas de controle de versão centralizados para modelos descentralizados. E, por incrivel que pareça, o git, do Linus, parece estar ganhando momentum. E eu achando a facilidade de criar branches no subversion a melhor coisa dos últimos tempos…

E é isso ai crianças.

Yeah Yeah Yeahs – Tick

Burocracia Alheia Adiantada

Tuesday, March 7th, 2006

Tenho como que por prática deixar tudo para a última hora. Resolvi sair da rotina e adiantar um documento do doutorado logo de uma vez: prova de conhecimento de uma 2a. língua estrangeira (qualquer coisa aque atestasse que eu cursei mais de 120 horas-aulas de outra língua).

Até aí tudo bem. Pelos requisitos deles, eu conseguiria até para 3a. língua. Saio para a FALE, vou na secretaria dos cursos de línguas e peço por uma declaração.

– O senhor terá que pagar uma taxa de 5 reais.

– Perfeito. T’aqui.

– Não, não, o Sr. tem que tirar o boleto e o formulário pela Internet ou ir na baixa da égua.

– Qual o endereço mesmo?…

Até aí tudo bem. Mas eis que a luta mal tinha começado. Vou ao site indicado, busco por algum lugar onde poderia ter os maltitos formulários e, quando os encontro, recebo o link para onde se encontra o boleto. Mas não tão rápido, para conseguir esse boleto eu tenho que me cadastrar no serviço de cursos da faculdade, criar um login, me inscrever no curso “Taxa para declaração…” e… e nada! O site travava!

Agora me diz, precisava de tudo isso?

Update: hoje fui lá na baixa da égua pegar um simples boleto. Para tanto, como reza a burocracia, tive que enfrentar uma fila :-(

Copa de 2010 na África do Sul

Monday, March 6th, 2006

Primeiro dia no doutorado: não achava que ia me sentir feliz com uma besteira dessas.

E pela primeira vez me dei conta que tenho que planejar as coisas para daqui a 4 anos, pelo menos. Ou seja, para perto da próxima copa…