“Desculpaolin” – São elas que me perseguem!

Dado o seu título, este post bem que poderia seguir com versos da conhecidíssima “Mulheres” do Martinho da Vila. Claro que, dado meu carma, eu rapidamente pularia para a metade do nono verso da primeira estrofe (e desequilibradas…). Não que eu acredite muito nisso de vidas passadas mas quem tem Murphy como pastor não precisa delas para ter carma. Mas indo direto ao ponto, a capacidade que eu tenho para conseguir, mesmo quando a contra-gosto, desculpas para faltar ao Shaolin, é uma coisa impressionante.

Semana passada não fui um dia sequer ao treino. Sabe aqueles dias em que, quando chega a hora e deitar a cabeça no travesseiro, você se pergunta “O que eu fiz de útil hoje?Nada?!”? Não tive um dia sequer desses nessa semana. Não tive também pique de ir treinar nem quando eu tinha tempo de folga já que, tendo várias vezes dormido apenas 3 horas de um dia para o outro, não me restavam forças para fazer uma seqüência de chutes que fosse.

Hoje, estava saindo até mais cedo do que de costume para não ter perigo de perder nada do aquecimento, ficar jogando um pouco de conversa fora e etc. Agora saca só essa: fiquei trancado do lado de dentro do prédio. O controle remoto do portão não fazia-o abrir de maneira alguma. E não é como se desse para chegar lá de ônibus em 15 minutos. Assim, fiquei aqui em casa mesmo.

Assim, como vocês podem ver, não é pura falta de vontade. Até pelo contrário: eu tento, eu juro que eu tento, mas sempre aparece uma desculpa-fu para me impedir. O jeito parace ser tentar ir para o treino pela manhã, quando o conjunto de desculpas e problemas é menor do que o da noite. Assim espero…

Belle and Sebastian – Stop, look and listen

4 Responses to ““Desculpaolin” – São elas que me perseguem!”

  1. Pordeus says:

    Essa foi boa… “desculpaolin” é a nova arte de inventar desculpas e ainda por cima achar q não são. Sempre acontece algo no momento q vc precisa sair né?! Sei…

  2. Woody says:

    Tá melhor q eu, mah ! To tentando arranjar uma desculpa pra não voltar a treinar e num consigo… Mas é q dá uma priguiç…zZZzzzZZZzzz
    Falou véi…

  3. Betinho says:

    Rapaz, a galera levando na brincadeira. Maca, sem comentários: você me mostrou onde é o kung-fu e não é absurdo de longe da tua casa, portanto pode parar de enrolar. Woody: vai treinar kung-fu, má. Força sem técnica é uma bos**

  4. MaCa, o maldito burocrata pigmeu says:

    Eu nunca disse q era um absurdo de longe, mas não é perto o suficiente para ir a pé em 15 minutos NEM para pegar um ônibus (não creio q exista uma linha que vá direto).

    Mas hoje ontem eu fiquei sem desculpas e acabei indo para o treino :-)

Leave a Reply