Archive for February, 2004

Vai passar nessa avenida um samba popular…

Saturday, February 28th, 2004

E passou. Carnaval passou, os meus amigos que estavam aqui em casa ( Zeto e Pordeus ) se foram e o tédio impera…

É uma pena que o carnaval em Diamantina tenha sido tão bom mas tão curto – nem parece que realmente foi verdade. É uma pena ter que ficar em casa trabalhando sábado por ter gasto a quinta e a sexta saindo.

Esse choque com a realidade após o carnaval é lastimável…

Que história de identar com espaço é essa?

Thursday, February 12th, 2004

Quando eu falo que eu programo em python levam na brincadeira. Uma linguagem que cria blocos com identaçã?! Não presta.., eles dizem. Bem, talvez uma outra pessoa dizendo a mesma coisa que eu digo para eles surta mais efeito:

Of course, this brought me face to face once again with Python’s pons asinorum, the significance of whitespace. This time, however, I charged ahead and roughed out some code for a handful of sample GUI elements. Oddly enough, Python’s use of whitespace stopped feeling unnatural after about twenty minutes. I just indented code, pretty much as I would have done in a C program anyway, and it worked.

Not that it took me very long to learn the feature set. I wrote a working, usable fetchmailconf, with GUI, in six working days, of which perhaps the equivalent of two days were spent learning Python itself. This reflects another useful property of the language: it is compact–you can hold its entire feature set (and at least a concept index of its libraries) in your head. C is a famously compact language. Perl is notoriously not; one of the things the notion “There’s more than one way to do it!” costs Perl is the possibility of compactness.

Ignorança é uma bensaum

Sunday, February 1st, 2004

Como o servidor do burocrata.org ainda fica lá em casa, servindo de firewall, quando a rede lá em casa cai, eu logo fico sabendo….

(ao telefone)
– Pai, a internet dai de casa caiu.
– Sério? Olha, você sabia que… (dicas e dicas sobre escrever uma dissertação de mestrado)
– Só… mas eu to fazendo apenas o projeto de proposta e eu guardei as referências, prontas para dar apenas um cut-n-paste no servidor. Como a internet está fora do ar ai…
– É?
– É… não está pingando e o traceroute morre depois de passar pela Embratel e chegar no provedor.
– Certo certo, vou ligar para o suporte.
– Beleza.

(minutosh depoishhhh)

– Esse lance do firewall é de lascar por que eu não posso ligar para o suporte e fazer o que eles dizem….
— … Que que eles disseram?
– Que tinha que alterar o DNS primário da máquina.
– Pai, a máquina não está pingando. O que diabos tem o DNS primário com isso?
– Não é que ele disse que ele alterou a rota e o dns primário yada yada yada….

Às vezes seria tão mais fácil apenas não saber….